Thrash com H

CHAOS A.D.

quinta-feira, 31 dezembro, 2020 por Txuca

Estava pra postar algo aqui hoje sobre o Iron Maiden. Fica pra ano q vem semana q vem. Me ocorreu o show abaixo, Sepultura no Hollywood Rock em 1994.

Um evento cujo início teve a ver com fã-clube fazendo abaixo assinado (até hoje ñ sei o quanto foi lenda isso, se ajudou mesmo) e encerrou com a PM querendo prender o Max na marra, sob pretexto de haver pisado “em símbolo nacional”.

Teria “pisado na bandeira”. De 2018 pra cá, um certo presidente (ñ é meu presidente) eleito tem CAGADO na bandeira, e monte de gente – modo de dizer – aplaude. Relincha e faz arminha. Enfim. Foda-se.

E a lembrança desse show me ocorreu de forma difusa, em q tento de formas alegóricas, simbólicas, metafóricas e/ou metonímicas pensar e desejar, pra q a partir de amanhã do ano q vem, todos por aqui consigamos manter o TÔNUS de 2020.

2020 ñ vai deixar saudade, mas 2021 tem um potencial pra nos fazer mudar de idéia totalmente. Espero q ñ.

Biotech is Godzilla.

4 respostas

  1. André

    Esse lance de abaixo assinado, que eu saiba, rolou no Rock In Rio 2. Na época desse vídeo, o Sepultura já era O Sepultura. Então, não acho que tenha sido tudo isso. Mas, de repente. E, esse show foi do caralho. Participação do Gordo e do Jão. Esse lance da bandeira rendeu pra caramba tb. Foda-se a bandeira.

  2. Thiago

    Segundo o Max, uma das acusações é que o Sepultura teria colocado uma suástica na bandeira. Ainda que absurda e infundada – a menos que o investigador tivesse visto alguma foto do Igor em 85 ou 86, mas creio não ser o caso – fica a pergunta: neste Brasil de Rodrigo Alvim e seus asseclas, como essa acusação seria recebida?

    No mais, desejo aos amigos um 2021 de menos privações para todos. Como recebi há pouco de um querido, com vacina e impeachment todo o resto fica muito mais próximo de se resolver.

  3. Thiago

    Roberto Alvim, perdoem-me o equívoco no nome do pulha.

  4. märZ

    Eu fui nessa edição, show no Rio. Colei com uns argentinos que conheci no Barra Sul, ainda pela manhã, que tinham saído de seu país só pra ver o Sepultura. Que, aliás, fez o melhor show deles que já tive a felicidade de ver (e já vi uns 15 ou mais). Arrisco dizer que pelo menos metade do público estava lá por causa deles. Nessa época já dava pra ver que estavam destinados a ser grandes. Não contávamos com a politicagem interna e esposas malignas.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.