Thrash com H

UM ANO DEPO1S…

domingo, 17 janeiro, 2021 por Txuca

… o q ficou?

50 ANOS DEPOIS…

sábado, 16 janeiro, 2021 por Txuca

… o q ficou?

EMBATE 2

sábado, 16 janeiro, 2021 por Txuca

versus

TRUTH BE TOLD

sexta-feira, 15 janeiro, 2021 por Txuca

Sempre achei q o Heart havia roubado “Barracuda” de “Back Street Kids”, do Black Sabbath. Fora a semelhança de palhetadas, me serviu de prova Tony Iommi relatar em sua autobio q Sabbath e Heart haviam feito turnê juntos, em meados setentistas (chuto: provavelmente turnê do “Sabotage”).

Mas eis q uma das tais irmãs, a guitarista Nancy Wilson, entregou ano passado, em mini entrevista postada no YouTube ao site Loudwire, q roubaram “Barracuda” de “This Flight Tonight”, do Nazareth. Q, por sua vez, era uma versão de som de Joni Mitchell.

Caso de “ladrão q rouba ladrão”?

Ainda q pareça sequelada (de drogas? Idade?) suficiente na conversa pra perguntar ao interlocutor algo como Nazareth, conhece?” e ñ lembrar tanto assim o nome do som, mais o “barulho” da guitarra, fica o dito pelo ñ dito.

BIZZ

quinta-feira, 14 janeiro, 2021 por Txuca

Certamente já fiz post por aqui (ñ lembro quando) ou comentário (mais de um) nalgum lugar, em algum momento, a respeito: a Bizz foi minha maior inspiração pra escrever ou tocar este blog.

Mais do q Rock Brigade (q só comecei a ler em 1989), whiplash e as outras revistas do metal, q ñ só ainda tenho como assinei por muitos anos.

Assinei a Bizz tb, e a fase entre 1987 e 1990 acho a mais bacana. Estavam no auge. Tenho 98% das edições até hoje aqui guardadas.

Adorava as resenhas de disco, principalmente, a ponto de ter noção do estilo de quem as escrevia (meu preferido era um mineiro, Arthur G. Couto Duarte), mas tb outros de escrita/estilo/opinião mais identificável. Na virada dos 80’s pros 90’s, quando um triunvirato André Forastieri/André Barcinski/Miranda passou a meio comandar a lojinha, gostava tanto quanto.

Pq falavam um pouco mais sobre heavy metal (foi a fase do metal noventista mainstream), e ñ exatamente bem o tempo todo, mas tudo bem. Houve outros colunistas falando de metal, como Leopoldo Rey (nos 80’s), q era radialista da 97Fm aqui de Santo André, e tinha tb um tal Otto (Evil Otto?), entre outros poucos q ñ me ocorrem agora.

O post é pra marcar o vídeo acima, dum mini documentário sobre a revista. Insuficiente em seus 25 minutos, mas com material bacana. E q tenho como complementar a outros relances de histórico sobre a Bizz, como os q constam no documentário “Banguela” e nos livros “Meninos Em Fúria” (dupla autobiografia de Marcelo Rubens Paiva e Clemente Nascimento), “Dias de Luta” e “Cheguei Bem a Tempo de Ver o Palco Desabar”, os 2 últimos de Ricardo Alexandre, editor da revista em momento Showbizz – uma fase meio sem brilho – tentando colar na Mtv Brasil.

A mim surpreendeu visualizar o tal André Fiori, q lembrava de nome (vagamente) da revista, mas q nunca tinha sabido q era o dono barra vendedor meio esnobe da Velvet Discos aqui em São Paulo, na Galeria Presidente (“Galeria do Reggae”). Bacana.

Faltaram depoimentos, faltou gente, faltaram histórias. Só torço pra q um livro mais apurado ou um documentário mais extenso sobre a Bizz ainda seja feito.

Ou de repente já foi/foram feitos e eu é q ñ sei.

ENCARTE: PRIMUS [3]

quarta-feira, 13 janeiro, 2021 por Txuca

Ñ sei quem é Adam Gates, se é amigo de Les Claypool, jornalista musical (ñ dei Google… ainda) ou as duas coisas, mas sujeito fez release entremeado a depoimentos pessoais (tipo “minha história como fã do Primus) no encarte de “Animals Should Not Try to Act Like People” (2003), do q pinço os 3 primeiros parágrafos, abaixo:

It seems that in today’s rather puzzling musical climate, bravery is often left at the A&R person’s door, languishing away until it finally becomes a doormat for the legions of boy bands, Punk Pop clones and Nu Metal heroes to wipe their fashionable footwear on. The simple truth is that musical bravery is expensive, The major labels simply don’t have the inclination to spend the extra energy to develop new, unusual and original talent. And why should they bother? This is an industry where the phrase ‘sounds like…’ is an instant indication of a band’s fiscal and musical viability. The numbers add up, even for me, and I’m horrible in math. And the labels surely know that if they are patient enough someone will come along and reinvent the whole thing anyway, providing flesh and banckable new trends and (more importantly) adding even more variations to the flavor of vanilla.

Then what about Primus?

By all indicators, Primus really should not exist. Think about it. Who does Primus sound like? I can name dozens of bands that they have influenced (from the syncopated riffing of early Korn to Tool) but try to trace the origin of this particular band, and you may find yourself wanting. Yes, Les surely did love the Isley Brothers, Chris Squire, Geddy Lee and The Residents among others, and Ler always has been a fan of Zappa‘s brand of high art freak outs. But how did Primus succeed and remain relevant without overtly wearing any of their influences on their sleeves? Just who do they think they are? Really. Literally. I remember asking Ler who he thought he sounded like and he instantly responded, ‘I sound like angry chickens, or maybe a space robot’. Would (could) Jimmy Page give the same answer? Personally, I think one has to look to science to unravel the enigma of Primus‘ success. It’s proven that if one thing is consistent in our Universe, it’s the inevitability of change. Something always comes around and messes up the pretty picture. An anormaly, a deviation, a malformation, call it what you will“.

30 ANOS DEPOIS…

quarta-feira, 13 janeiro, 2021 por Txuca

… o q ficou?

TR3S ANOS DEPOIS…

terça-feira, 12 janeiro, 2021 por Txuca

… o q ficou?

MELHORES DE 2020

terça-feira, 12 janeiro, 2021 por Txuca

Ano horroroso e inesquecível. O q salvou foi um disco ou outro. Ñ consegui ir além duma certa superficialidade óbvia. Ouvir álbuns no YouTube ainda ñ me acostumei como deveria.

Spotify ñ é pra mim. Mesmo só tendo baixado 1 disco na vida, ñ adiro a pagar por música online. Só compro música q tiver caixinha e encarte.

Um certo disco “ñ encontrei tempo” pra ouvir ahah
Quem sabe até 6 de fevereiro, Leo. Desculpae.

MELHORES ÁLBUNS DE 2020:
(os 10 q ouvi de 2020 mesmo)

  1. “Throes Of Joy In the Jaws Of Defeatism”, Napalm Death
  2. “Whoosh!”, Deep Purple
  3. “Forever Black”, Cirith Ungol
  4. “Titans Of Creation”, Testament
  5. “Carnivore”, Body Count
  6. “Dia Eterno”, Violeta de Outono
  7. “Despicable” (ep), Carcass
  8. “Ballistic, Sadistic”, Annihilator
  9. “Requiem”, Triptykon
  10. “Mtv Unplugged”, Liam Gallagher

***

MELHORES DISCOS ADQUIRIDOS EM 2020, MAS DESOVADOS NOUTRAS SAFRAS:

  1. “Big Fun”, Miles Davis
  2. “Rise”, Bad Brains
  3. “Higher Truth”, Chris Cornell
  4. “Strategies Against Architecture”, Einstürzende Neubauten
  5. “Perfect Machine”, Herbie Hancock
  6. “Boingo”, Oingo Boingo
  7. “Pink Flag”, Wire
  8. “Tango: Zero Hour”, Astor Piazzolla
  9. “Seven”, James
  10. “Lunático”, Gotan Project

***

PIORES DISCOS ADQUIRIDOS EM 2020, INDEPENDENTE DE LANÇADOS EM 2020 OU Ñ:

  1. “Echoes”, The Rapture
  2. “Quelqu’un M’a Dit”, Carla Bruni
  3. “Whoa, Nelly!”, Nelly Furtado
  4. “As Dez Mais”, Titãs
  5. “Flesh & Blood”, Poison [desvairio resolvido em escambo com märZ]
  6. “Eu Me Transformo Em Outras”, Zélia Duncan
  7. “Good Stuff”, The B-52’s
  8. “Capital Inicial Ao Vivo”, Capital Inicial
  9. “Joe Cocker Live”, Joe Cocker
  10. “My Pain And Sadness Is More Sad And Painful Than Yours”, McLusky

***

Ñ li muito ano passado. Ñ o q poderia ou deveria. Ñ chegou a 10 livros e ñ adianta culpar o smartphone ou a pandemia. Ñ só.

MELHORES LIVROS LIDOS E Q OUSO RECOMENDAR:

  1. “Ringo”, Michael Seth Starr
  2. “Contrapontos – Uma Biografia de Augusto Licks”, Fabricio Mazocco e Silvia Remaso
  3. “Raul Seixas – Não Diga Que A Canção Está Perdida”, Jotabê Medeiros
  4. “No Sufoco”, Chuck Pallainuk [ainda acabando]
  5. “O Instituto”, Stephen King
  6. “Anger Is An Energy – My Life Uncensored”, John Lydon (with Andrew Perry)
  7. “Alta Fidelidade”, Nick Hornby

E ainda 3 livros de Calvin e Haroldo (“Yukon Ho!”, “O Ataque dos Perturbados Monstros de Neve Mutantes e Assassinos” e “Criaturas Bizarras de Outro Planeta!”)

Tenho um livro de crônicas do Sócrates pra Carta Capital q estou há anos acabando, assim como o diário de filmagens de “Fitzcarraldo”, por Werner Herzog. Quem sabe algum dia.

***

SHOWS

Fui a três, nenhum assim memorável: uma banda cover de Rush no sábado seguinte à morte de Neil Peart num boteco aqui (e q eram cover de Led Zeppelin tb, na segunda entrada, daí me broxaram), a serviço com paciente um tal Sérgio Santos (MPBD antiquíssima) num SESC e o Overload Beer Fest, com a quarentena já iniciada.

Surra, Periferia S.A. e D.R.I. foram legais, mas tenho q reler minha resenha pra ver se lembro mesmo.

***

PREVISÕES

Nenhuma previsão séria. Sério. Sei de estúdios q faliram, ouço falar de bares alucinando em querer voltar programação; assim como tb ouço falar de baladas e shows clandestinos por aqui. “Protocolos de segurança” é o caralho.

Ñ acho q antes do 2º semestre tenha alguma possibilidade decente de show, muito menos show gringo. Rock In Rio, nem a pau. Quem comprar, vai se ferrar. Pq em 8 de Abril Bozolóide assinou portaria q desobriga contratantes de devolver ingresso de show.

Pessoal q gastou – e ñ gastou pouco – na Banda Beijo, no Metallica (Cover Oficial) ou no Lolla Palooza tá na mão. De minha parte, consegui o reembolso do The Hu e esta semana dizem q haverá reembolso pelo Clutch. É o máximo de show a q eu pretendo ter acesso neste 2021 ahah

MERCADO PET

segunda-feira, 11 janeiro, 2021 por Txuca

MEUS 10 MASCOTES PREFERIDOS:

  1. Eddie
  2. Snagletooth
  3. hominho do Einstürzende Neubauten
  4. Vic Rattlehead
  5. Pinhead (Ramones)
  6. Mad Butcher (Destrúcho)
  7. pumpkins do Helloween
  8. soldado sem rosto do Sodom
  9. passarinho do Queensrÿche
  10. pierrô do Lacrimosa

aproveitando a deixa do bicho de estimação, algo q ñ pretendo tornar post, só destinar ao rodapé deste aqui (e comentários), da História e do metal: https://www.blabbermouth.net/news/police-are-looking-for-iced-earths-jon-schaffer-for-unrest-related-offenses/

« Previous Entries