Thrash com H

UM ANO DEPO1S…

terça-feira, 17 julho, 2018 por Txuca

… o q ficou?

A NOVE MÃOS

segunda-feira, 16 julho, 2018 por Txuca

DISCOS DO DEF LEPPARD PRA MIM:

  1. “Hysteria”
  2. “Euphoria”
  3. “Pyromania”

E só. Já tive vontade de ter o “Adrenalize”, mas passou.

EMBATE 2

sábado, 14 julho, 2018 por Txuca

versus

1º SOM – 1º ÁLBUM

sexta-feira, 13 julho, 2018 por Txuca

Pink Floyd

1º som: primeira lembrança é “One Of These Days”, daqueles especiais oitentistas q a Globo passava depois do Fantástico. Show da turnê “A Momentary Lapse Of Reason”? Achei foda aquele baixão blues

Depois é q eu viria a conhecer os sons manjados

1º álbum: na verdade foi o compacto de “Not Now John”, do “The Final Cut”, q saiu nacional. Disquinho mesmo. Ganhei numa festa junina (era brinde/prenda) duma escola onde minha mãe lecionava. Meados de 1989. Ainda tenho o disco, q é raro por conter “The Hero’s Return part II”, ñ lançada no álbum.

CIRCUMSTANCES

quinta-feira, 12 julho, 2018 por Txuca

Parece documentário bônus no relançamento comemorativo-remasterizado de “2112”.

Errado. O relançamento comemorativo-remasterizado é q deveria ser o bônus.

25 minutos sem excessos. Alex Lifeson e Terry Brown, produtor do Rush por muito tempo (entre “Fly By Night” e “Signals”), falando de música, instrumentos, artifícios de gravação e etc. O tipo de coisa q eu acho do caralho.

O tipo de coisa q eu sinto uma falta absurda nas biografias bandísticas ou de músicos. Bruce Dickinson, Dave Mustaine, Anthony Kiedis, Kim Gordon, Peter HookNick Mason, por exemplos q me ocorrem. A de Tony Iommi chega a ter um tanto. Falar dos sons, dos arranjos, dos estúdios, das doideiras, de quanto durou fazer um disco específico, essas coisas.

Parece haver uma biografia do Led Zeppelin voltada a esse aspecto, hum?

***

Um detalhe no vídeo acima: a hora em q Lifeson fala da falta de fotos ou registros à época. Se pensarmos o Rush como banda q foi ralando ano a ano (provavelmente a única banda a fazer turnês de TODOS os seus discos) e q nunca esteve num holofote, tvz tenham faltado registros do tipo mesmo.

Menos mal existir ainda a MEMÓRIA. E câmeras pra registrar esse tipo de coisa.

Torço pra q saiam ainda mais documentários deste tipo. Do Rush, destrinchando os demais discos. E de monte de bandas. Pq vida pessoal, intrigas, fantasmas internos e esqueletos no armário acho legais até a página 2. Se trata de pessoas fazendo música. E música é o principal.

Vídeos legendados assim no You Tube tb vão fazendo Keith Richards ganhar anos de vida eheh

30 ANOS DEPOIS…

quinta-feira, 12 julho, 2018 por Txuca

… o q ficou?

30 ANOS DEPOIS…

quarta-feira, 11 julho, 2018 por Txuca

… o q ficou?

ENCARTE: SAXON

quarta-feira, 11 julho, 2018 por Txuca

Um feito: Bill Byford, da banda desde sempre e demonstrando isenção. Sabendo distinguir e destilar diferentes fases da própria banda, em release contido em “Unleash the Beast” (2007):

This was Doug Scarratts first CD he co-wrote songs on and it was the start of the Quinn/Scarratt partnership. It was also Nigel Glockers last CD for almost nine years, when we were trying out new drummers. The intro of ‘Beast’ was the trial to see if they were good enough. This was our first CD with a mixture of old and new – ‘Terminal Velocity’, ‘The Thin Red Line’ and ‘The Preacher’ in a classic style and ‘Circle Of Light’, ‘Cut Out the Disease’ much more a darker. The title track is one of those unique Saxon tracks that started life as an idea about a gargoyle and turned into a full on Metal Classic. ‘Ministry Of Fools’, ‘Blood Letter’ and ‘All Hell Breaking Loose’ are more in a 1980s mode and ‘Absent Friends’ was a goodbye song for great friend and tour manager JJ Jones who died suddenly. I think the CD is a landmark album in the bands history and still sounds great today. Live to rock Bill Byford!

54

terça-feira, 10 julho, 2018 por Txuca

Promoção súbita e abrupta valendo.

Valendo o disco ao vivo do Pantera, “Official Live: 101 Proof”.

Quem disser o q tem a ver o número no título do post com a música do Maiden acima.

Quem já tiver o disco e quiser participar, pode concorrer/ganhar tb e ceder pra alguém depois.

CORREDOR CHEESE

segunda-feira, 9 julho, 2018 por Txuca

DISCOS DO RACER X PRA MIM:

  1. “Getting Heavier”
  2. “Snowball Of Doom – Live At the Whisky”
  3. “Extreme Volume – Live”

E tá bom assim.

« Previous Entries