Thrash com H

YOU’VE GOT ANOTHER THING COMIN’

segunda-feira, 31 agosto, 2020 por Txuca

NARRAÇÕES/LOCUÇÕES* PREFERIDAS EM MÚSICAS:

  1. “The Number Of the Beast”, Iron Maiden [“The Number Of the Beast”]
  2. “Jesus Built My Hotrod”, Ministry [“Psalm 69”]
  3. “Civil War”, Guns N’Roses [“Use Your Illusion II”]
  4. “The Prisoner”, Iron Maiden [“The Number Of the Beast”]
  5. “With Satan And Victorius Weapons”, Marduk [“World Funeral”]
  6. “Maximum Satan”, Annihilator [“Schizo Deluxe”]
  7. “Raza Odiada (Pito Wilson)”, Brujeria [“Raza Odiada”]
  8. “Divine Step (Conspectu Mortis)”, Coroner [“Mental Vortex”]
  9. “Cult Of Personality”, Living Colour [“Vivid”]
  10. “Deranged”, Exodus [“Pleasures Of the Flesh”]

* a princípio valem samples de filmes e/ou discursos conhecidos, assim como falas estranhas ao início de sons. (E ñ necessariamente primeiros sons de discos). Mas pode ser tb no meio. Ñ incluí sons estranhos, tipo outras músicas, como a intros de “Fast As A Shark” (Accept) ou “Bare Faced Cheek” (Toy Dolls), mas se o pessoal quiser…

E a 13ª playlist do bonna segue nos comentários.

5 respostas

  1. bonna, generval v.

    http://abre.ai/buenasemana13

    01. Joshua Homme & Troy Van Leeuwen – Train in Vain (A Song for Joe)
    02. Cut Copy – Lights and Music (Ao Vivo)
    03. Blondie I Know But I Dont Know (Ao Vivo 1978)
    04. Lô Borges – Tudo Que Você Podia Ser (Ao Vivo)
    05. Alceu Valença – Agalopado (Ao Vivo)
    06. Fagner – Riacho do Navio (Ao Vivo)
    07. Luiz Gonzaga – Aproveita Gente (Ao Vivo com Sivuca e Dominguinhos)
    08. Dominguinhos – Pagode Russo
    09. Renato Teixeira e Chico Teixeira – Pai e Filho
    10. Blues Pills – Low Road
    11. Jinjer – Judgement (& Punishment)
    12. Napalm Death – Amoral
    13. Ghostemane – AI
    14. Cabaret Voltaire – Low Cool (Ao Vivo)

  2. Thiago

    Rapaz, de todas as listas, esta foi a que deu mais trabalho. ‘Fast as a Shark’ estava no compêndio original, mas foi substituída. Será que todas obedecem ao critério estabelecido?

    1º – “All Guns Blazing” – Judas Priest
    2º – “Pentagram” – Possessed
    3º – “In League With Satan” – Venom
    4º – “Hell Awaits” – Slayer
    5º – “The Number of the Beast” – Iron Maiden
    6º – “Joseph Menguele” – Dorsal Atlântica
    7º – “Mother Earth Father Thunder” – Bathory
    8º – “Funeral” – King Diamond
    9º – “The Well Of Souls” – Candlemass
    10º – “Bloody Vengeance” – Vulcano

  3. Marco Txuca

    Rapaz, impressão de q “All Guns Blazing” ñ serve. Aquele início ñ é o Halford fazendo algo a capella?

    Lembrei ainda de “Still Life”, do Maiden.

  4. Thiago

    Verdade, uma pena. Tb não vale o grito de “Ram It Down”? haha.

    Iron Maiden é o grande bastião do modelo, além de todas citadas ainda tem ”Alexander the Great”, minha canção favorita da horda.

    Pensei em outras listas insólitas: melhores outros – ‘Heaven and Hell’, ‘I’m A Viking’, ‘Twilight of the Gods’ (Grave Digger) etc.

    Outra mais inusitada seria a de melhores frases pré-show:

    “La banda más dura, el grupo más duro, le llama: Muro!”

    “Ladies and gentlemen, from the very depths of hell: Venom!”

    “Ladies and gentlemen, from the United States of America, all hail: Manowar” (Detalhe: narrada por Orson Welles)

    “Em nome do verdadeiro Death Metal, o Krisiun está aqui!”

    “Nós somos o Dorsal Atlântica! Pau no cu de Deus!” (Carlos Lopes gastando o ápice de sua veia poética haha)

    Já rolou alguma por aqui?

  5. Marco Txuca

    Sugestões anotadas, camarada: melhores outros e melhores frases pré-show. Vão ficar pra outubro, pra juntar com melhores sons iniciados em microfonia, melhores solos de guitarra e melhores intro intro.

    Sebunda próxima começo o lance das décadas. “Anos 60 (1960-69)” inaugura.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.