Thrash com H

DOIDO DE PEDRA VERSUS LOUCA VARRIDA

terça-feira, 18 fevereiro, 2014 por Txuca

Atenção para o combate anunciado:

De um lado, com alguns parafusos a menos e num stagediving abrupto (na altura de 2’30”) e porra-louca barra potencialmente doloso, Mike Patton, em versão recente da antiga “The Crab Song”

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QJsVkSSwauk[/youtube]

No canto oposto, aparentemente lesada das idéias e talvez acometida pela Síndrome de Estocolmo, uma certa OnyxNox, comentando sobre o ocorrido nos comentários do You Tube relativos ao vídeo, desse modo:

“When Mike Patton stage dove in this video, he landed on top of me and the crowded surged foward, almost crushing me. It induced an asthma attack and I had to be carried out by my then boyfriend and a (very nice) random gentleman. BEST MOMENT OF MY FUCKING LIFE. I’d to it again without second thought.”

***

Nos dias em que vivemos do modismo dos “gladiadores” depilados e de shortinhos justinhos travando “combates” no limiar da canastrice, com “provocações” aos adversários e também às famílias e aos países deles, geradora de comoções legítimas condicionadas à moda pavloviana mais ordinária, sinceramente não sei decidir na contenda acima o oponente mais letal.

Por pontos – ops! – talvez a moça devesse ganhar, sei lá.

M.M.A. é o caralho.

[post originalmente cometido no já putrefato Exílio Rock, em 29 de Novembro de 2012]

Uma resposta

  1. doggma

    Isso me lembrei do show do Fenemê no Olympia em 1991, quando o Patton lançou o pedestal de microfone e o bólido aterrissou na cabeça de um(a) infeliz lá no publico. Será que a pessoa se lembra disso com carinho, igual à mocinha louca varrida aí, rs? Ambos pagaram o pato(n).

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.