Thrash com H

LIVE’N’LOUDER

quinta-feira, 18 abril, 2013 por Txuca

Venham cá:

alguém foi ou sabe de alguém q foi?

Pq o q li até agora, em resenha chapa-branca no whiplash, é q lotou 1/3 da capacidade (momento histórico de sinceridade em resenhas chapa-branca!), q o Michael Vescera, q seria vocal improvisado do Loudness, ñ chegou a tempo; tendo sido substituído por um melodiquinho brasuca, e q alguns sons pelo resenheiro citados ñ foram executados nos shows do Sodom e do Metal Church.

Imagino q foi algo um pouco melhor ou pior do q isso. E ae?

6 respostas

  1. Hugo

    Foi realmente isso que aconteceu. O público não foi o esperado e o Michael Vescera não foi. Mas o vocal do Hibria mandou muito bem (minha opnião). Quanto ao corte de músicas, não posso dizer, mas as bandas tocaram seus 40 – 45 (no máximo) de show. Eu achei o festival muito bom. A casa é boa e o som estava excelente. Obviamente, atrasos de uns minutos são inevitáveis em eventos desse porte, mas, o grande atraso significativo foi mesmo o do Twisted Sister. Tiveram problemas com a alfândega, atrasos de vôos e tudo mais. O Dee Snider chegou tarde (mais de dez horas da noite) e a troca do palco com o Angra também atrasou. A banda ainda tinha o meet & greet antes de tocar. Como resultado, a banda subiu no palco era quase meia noite. A produção, a meu ver, falhou (e muito!) em um aspecto: o horário de início do festival em pleno domingo. Tinha que começar mais cedo.
    E a resenha do Whiplash foi a pior que já vi em anos.

  2. marZ

    Ah, já rolou o tal Live N Louder? Impressão minha ou esse troço foi muito mal divulgado?

  3. doggma

    Eita, já rolou?

  4. marZ

    Pelo jeito foi maneiro. Festival de pequeno porte em local idem, bom pra ver umas bandas legais ai do segundo/terceiro escalão mas que rendem uma boa diversão. Se eu morasse em Sampa, teria ido pelo Twisted Sister e Metal Church.

  5. Rodrigo Gomes

    Endosso as palavras do Marz… era o festival perfeito pra ir… bandas de escalões inferiores, nada de multidão, atrações inéditas no país… mas o fato de ser domingo e custar os olhos da cara (daí talvez venha a explicação para o público ínfimo) desanima qualquer um de encarar estrada.

  6. Marco Txuca

    Fosse no Carioca Club, custando 80 conto, com direito a levar 1kg de Arroz Extremo Sul, ainda assim eu tentaria ganhar ingresso nalguma promoção, veria o Sodom e iria andar no Parque da Água Branca (ali do lado) até a hora do Twisted Sister.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.