Thrash com H

1º SOM – 1º ÁLBUM

sábado, 11 agosto, 2012 por Txuca

Overkill

1º som: via “Fúria Metal” (como creio q será pra maioria por aqui), o clipe de “Fast Junkie”. Curti o som, mesmo achando o baixo incômodo. Sem empolgações exageradas, entretanto. Por outro lado, a memória titubeia, e ñ sei se foi esse clipe ou o de “Thanx For Nothing” (uau, um baterista com tapa-olho!) q vi 1º… ñ, acho q foi “Fast Junkie” mesmo
1º álbum: o “W.F.O.” lançado na época (1993? 1994?), gravado em fita (ainda tenho) do amigo Adônis Holt, já conhecedor e fã da banda. Por conta da “Fast Junkie”, embora minhas preferidas ainda sejam “Where It Hurts” e “Gasoline Dream”. Embora seja um disco muito longo (ñ coube numa fita só). Embora eu ñ o ouça faz uma cara…

3 respostas

  1. cassio

    taí uma banda q pra mim, sempre correu por fora, não tem discos ruins no currículo – um ou outro mais fraco, mas nao ruins, na minha opinião. tem uma boa base de fãs, mas não explodiu como os ditos “big 4” ou teve a mesma visibilidade do Exodus ou do trio germânico (Kreator, Destruction e Sodom). Acho q os caras são um pouco como o Voivod nesse aspecto.

    o 1º som e o 1º disco conheci ao mesmo tempo, aí por volta de 1991, quando um camarada meu comprou o vinil do Taking Over; gravei uma K7 e curti muito o som. aliás, pelo menos aqui em Recife esse vinil vendeu bem demais. muita gente aqui tem esse disco e mesmo hj dia com todo o ‘hype’ e especulaçao no preço dos vinis, vez ou outra , ainda aparece para vender nas lojas ou em sebos – e não esquenta lugar nas prateleiras.

  2. doggma

    Acho o mesmo que o Cassio quanto ao lugar do Over na cadeia alimentar. São bons, mas acabaram nivelados ali por baixo (lembrei do Tankard olhando por fora do trio germânico).

    O Fúria Metal era da melhor safra da MTV Brasil, justo a época em que pegava horrivelmente aqui no ES (era um parto acertar a antena externa a 12 metros de altura e depois descer pra ver a merda que ficou). E agora que o canal tá um lixo pega até sem antena.

    1º som, 1º disco: “Shred”, do “Under the Influence”.

  3. cassio

    doggma, é engraçado como vez ou outra, a gente se depara com pessoas q passaram as mesmas coisas para acompanhar as bandas, os sons q curtimos. aqui em PE a MTV era em UHF e mesmo em bairros próximos a retransmissora (q é no centro do Recife e hj em dia opera no VHF – canal 7), dificilmente a imagem era ao menos razoavel. concordo contigo, depois q tornaram a transmissao mais acessível, a qualidade da programaçao so foi ladeira abaixo. lembro de tudo qto era antena q amigos e conhecidos improvisavam para tentar assistir o saudoso Fúria Metal – tinha maluco q constría antena até com lampadas fluorescentes (!!!). Fazendo uma conexão Overkill – mtv, lembro q o 1º vídeo q assisti dos caras foi de ‘thanx for nothing’, quando o Fúria rolava nas madrugadas de segunda para terça feira; mas ja conhecia a banda (o Taking Over).

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.