Thrash com H

ACCIDENT OF BRUCE

segunda-feira, 23 janeiro, 2012 por Txuca

RANKING DOS ÁLBUNS SOLO DE BRUCE DICKINSON PRA MIM:

  1. “The Chemical Wedding”
  2. “Accident Of Birth”
  3. “Scream For Me Brazil”
  4. “Tattooed Millionaire”
  5. “Tyranny Of Souls”
  6. “Balls to Picasso”
  7. “Alive In Studio A/Alive At the Marquee Club”
  8. “Skunkworks”

47 respostas

  1. Rodrigo Gomes

    1- The Chemical Wedding
    2- Balls To Picasso
    3- Accident Of Birth
    4- Tattooed Millionaire
    5- Skunkworks

  2. Marco Txuca

    Sem passar desta vez, poser?

  3. Tiago Rolim

    1.Balls to Picasso(disparado na frente, mas muuuito mesmo)
    2.
    3.
    4.Tattooed Milionarie
    5.Skunkworks
    6.Accident Of Birth
    7.The Chemical Wedding
    8.Alive In Studio A/Alive At the Marquee Club

    Não ouvi o Tyranny e na boa, nem tenho vontade. E o Alive só é o último pq é duplo basicamente igual.

    E as edições remasterizadas de todos até o Acident são foda

  4. marZ

    Só curti e comprei o Balls. Tatu Milionário acho fraquin, e o Skunk ouvi uma vez e não entendi porra nenhuma.

    O resto… niente.

  5. Marco Txuca

    Perca seu nobre tempo, märZiano, com “Accident Of Birth” e “The Chemical Wedding”. Periga vc tb ñ entender porra nenhuma, mas no bom sentido!

    E q birra é essa com o “Tyranny”, Tiago? Vai ser true assim lá na Paraíba!

  6. Tiago Rolim

    Nenhuma birra em especial, mas ja vinha de um desapontamento com os discos com Adrian, por serem muito Metal e porrra, não foi este, justamente foi este o ponto de rompimento com Steve? Então achei mei que uma volta atrás saca? E pelo que lembro a recepção ao disco não foi tão grande assim na época né não?

  7. Marco Txuca

    Pois o q ñ são os pontos de vista, hum? Os discos com Adrian, a meu ver, foram o q ofereceram MAIOR CONSISTÊNCIA à carreira solo do Bruce, q pra mim andava mal amparada entre algum hard arena (“Tattooed”), grunge (“Skunkworks”) e hard pop (“Picasso”).

    Foi uma volta ao metal, sim, mas bastante diverso do metal Maiden. Fora q a saida e volta dele à horda de Steve nunca achei muito convincentes, tvz seja episódio recente no heavy metal q merecesse alguma revisão, sei lá.
    No fim, fez o q quis e parece ñ ter empenho em retomar os rumos solo/paralelo, senão já o teria feito. O Adrian ñ o está fazendo, e sob o imprimatur do site oficial???

    Sinal dos tempos…

    Ah, e o “Tyranny” foi indiferentemente recebido, concordo. Mas tem qualidades, e é o mais PESADO da carreira solo dickensoniana, com momentos levemente “Kill ‘Em All”, eu diria!

  8. FC

    1 – Accident of Birth – uma obra prima, coisa mais linda do mundo
    2 – Tyranny of Souls – foda pra caramba. um cuspe na cara do Steve Harris, mostrando o que o Iron Maiden deveria ter virado depois dos “retornos”: uma banda de metal e não de rock progressivo
    3 – Chemical Wedding – não tem tantas faixas boas quanto o Accident, mas as que são, detonam.
    4 – Tattooed Millionaire – um disco único em todos os sentidos, principalmente pelo fato de o Bruce nunca mais ter feito (e nem vai fazer) uma mistura de Iron Maiden com AC/DC.

    Daqui pra baixo, coloco todos no mesmo patamar.

  9. guilherme

    Não tenho capacidade de fazer um ranking solo de Bruce agora, mas farei em breve.

    Fica só uma pergunta aos amigos: Tattoed Millionaire é um disco irônico? Digo isso porque, como todos aqui devem saber, o nome do disco veio de uma rixa entre Bruce e Nikki Sixx e o som é bem Sunset Strip. Talvez seja intencional, não?

  10. guilherme

    Não tenho capacidade de fazer um ranking solo de Bruce agora, mas farei em breve.

    Fica só uma pergunta aos amigos: Tattoed Millionaire é um disco irônico? Digo isso porque, como todos aqui devem saber, o nome do disco veio de uma rixa entre Bruce e Nikki Sixx e o som é bem Sunset Strip. Talvez seja intencional, não?

  11. doggma

    1. “The Chemical Wedding”
    2. “Accident Of Birth”
    3. “Balls to Picasso”
    4. “Tyranny Of Souls”
    5. “Tattooed Millionaire”
    6. “Skunkworks”

    Também acho que a volta da parceria Bruce-Adrian foi muito produtiva. Mas que fez parte de um retorno emergencial à zona de conforto pós-Skunkworks isso foi…

    O episódio da saída-volta do Bruce ao Maiden foi puro business. De ambas as partes. E o novo contrato deve ter sido indecoroso pro Bruce abandonar uma carreiro solo em alta (era época do Chemical).

  12. Marco Txuca

    doggmático: eu tenho IMPRESSÃO, jamais certeza (já q nunca vi ou li nada q comprove), exata dessa tua teoria.

    Bruce tava querendo espaço, Steve Harris ñ dava; Ron Smallwood deve ter chegado (ou enviado memorando) pra ambos, dizendo: “cara, saia, faça um monte, e daqui uns anos voltaremos a conversar. Tua cadeira estará aqui te esperando”.

    Só isso me explica o MONTE de discos solo lançados avidamente: incluindo o “Tatooed”, excluído o “Tyranny”, foram 7 (SETE!) álbuns em 10 anos!!!

    O Maiden, no interavalo, cometia preguçosamente 4 de inéditas, ao menos 3 ao vivo e duas coletâneas, confere?

    ***

    Tb tenho a TEORIA de q Bruce largou mão da carreira solo pq enjoou (fez o q tinha q fazer, resolveu voltar à “twilight zone de conforto”) e pq, de algum modo, sacou q a parceria com Roy Z ñ renderia mais.

    “Tyranny Of Souls” é pesadaço e me soa como músicas q sobraram do “Accident” e “Chemical”. Mas sobras de Bruce Dickinson/Roy Z ainda assim são coisa muito melhor q muito melhor disco de muita banda por aí.

    ***

    guilherme: lembro dalguma conotação irônica de “Tattooed” assumida. O tal episódio com Nikki Sixx esclarece muito, mas sei lá se ñ havia cutucão pra cima do próprio Iron Maiden, montes de tatuados milionários, ñ?

    Agüardamos salivantes tua lista, cara.

  13. Louie Cyfer

    1. “The Chemical Wedding”
    2. “Balls to Picasso”
    3. “Accident Of Birth”
    4. “Tyranny Of Souls”
    5. “Alive In Studio A”
    6. “Tattooed Millionaire”
    7. “Skunkworks”

    Reitero o q foi dito acima. A Parceria de Bruce/Adrian foi um sopro de regeneração no gênero e uma porrada na cara do Harris.

    Tipo:
    “Tá vendo o q AINDA podemos fazer e vc não DEIXA?”

    E a dupla Adrian/Roy Z era de chorar… clássica!

  14. guilherme

    Só discos de estúdios:

    1. The Chemical Wedding
    2. Accident Of Birth
    3. Balls to Picasso
    4. Tyranny Of Souls
    5. Skunkworks
    6. Tattooed Millionaire

    Os 2 primeiros são primorosos. São tão bons quanto qualquer coisa pós anos 90 do Maiden. Ball to Picasso é bom, os outros acho que tão no mesmo nível.

    Acho que ele saiu do Maiden pra exercer sua criatividade, mas sem os freios de Harris, sofreu pra achar um meio-termo. Quando conseguiu isso, com Roy-Z e Adrian, foi ótimo.

    Depois, voltou pro Maiden em parte porque já tinha feito tudo que queria na carreira solo e em parte por causa da grana e da zona de conforto.

  15. Tiago Rolim

    So uma ressalva: o Maiden lançou 2 discos! O The X factor (bom) e o “St Anger” do Iron, vulgarmente conhecido como Virtual 11…

  16. Marco Txuca

    Pô, Tiago, estás a forcluir “No Prayer For the Dying” (1990; de mesmo ano do “Tatooed Millionaire”) e o “Fear Of the Dark” (1992?)?

    **

    Deixa eu PROPOR um negócio: a discussão por aqui, e no post do Metallica, vem rendendo, hum? E se a gente começasse a brincar de discutir como “fórum de miguxo”? Tipo os do whiplash.

    Instaurar um [mode miguxo on]. Dou exemplo:

    [mode miguxo on]
    Vcs ficam falando mal do Bruce, do Iron Maiden… e o q vcs fizeram na vida? É tudo inveja de ñ tocar q nem eles. Iron Maiden é a maior banda do Universo e o Bruce Dickinson o maior vocalista de todos os tempos.

    Vaun tomá no cú quem critica o Iron Maiden. (Ouvindo “Fear Of the Dark”)
    [mode miguxo off]

  17. Jessiê

    Modo true ligado

    Iron acabou no Seventh

    Modo super tru no Powerslave

  18. marZ

    Ófi Tópique:

    Txuca, quem vc chamaria para ser vocalista numa banda formada por Max Cavalera na guitarra, Cronos no baixo e Phill Animal na bateria?

  19. Tiago Rolim

    Pode crer, mas achei que vc tivesse se referindo ao periodo do Iron sem Bruce! Desde o “tatuado cheio da grana” são 4 mesmos, e um pior do que o outro…

  20. Marco Txuca

    Q raio de pergunta é essa, märZiano??

  21. marZ

    Algo que me ocorreu ontem: a banda dos tosco-carismático. Mas… quem cantaria?

  22. Marco Txuca

    Cronos e Max cantando harmonizados em 3ª ñ poderia?

  23. doggma

    “Mode miguxo on”

    Sou mais os dois discos do Psycho Motel que qualquer disco do Maiden pós-Powerslave.

    “Mode miguxo off”

    “eu tenho IMPRESSÃO, jamais certeza (já q nunca vi ou li nada q comprove), exata dessa tua teoria.”

    Sim, sim. Só divagações/especulações!

    Pro cargo de frontman da tosco-band, Rob Zombie seria uma boa. Especialmente ao vivo, onde ele detona (a paciência). Mustaine também seria “matador” ao vivo.

  24. Louie Cyfer

    O cara certo pra cantar nessa “tosco Band” infelizmente já morreu…

    PAUL BALOFF, ora bolas!!

    Mais tosco, insano e carismático que ele impossível.

  25. marZ

    Bingo, Louie.

  26. doggma

    Ah, Baloff é de um outro nível de genialidade tosca. Era o cara…

  27. Marco Txuca

    Rob Zombie achei uma boa aposta. Nego fala muito dele, ao vivo achei uma bosta.

    (O vi no Hollywood Rock certa vez, e pela tv. Mal agüentou a 1ª música inteira)

    Tinha pensado ainda no Dave Grohl. Como baterista, ñ discuto (é bão!), mas como vocalista e guitarrista… E montes de gente babam pelo carismático tosco.

  28. doggma

    Nem fala. Olha a “Children of the Grave” no Hollywood Rock ’96:

    http://www.youtube.com/watch?v=Nwf848Bmf7E

    Não aguenta o regaço mesmo. Mas a banda é brutal…

  29. Tiago Rolim

    Lembro deste show tb. Mas tem que se considerar o puta calor que faz no Rio em Janeiro e o cara tava vindo de NY que faz um puta frio em janeiro, então é natural uma desidatração básica, ainda mais um cara que (provavelmente), tinha um dieta a base de junk food e alcool. :)
    Tenho um video do WZ em Donnigton em 1995 que é outra pessoa no palco, e um show dele ja como artista solo que tb detona, mas a voz não é essa brastemp não…

  30. Tiago Rolim

    Alías tenho um dvd deste show, tinha em VHS e recentemente comprei um DVD piratão. Alías este Hollywood Rock foi foda: White Zombie, Robert Plant/Jimmy Page, Black Crowes, Chico Science, Smashing Pumpinks… Muito bom e se não me engano, o últino não?

  31. marZ

    Eu fui no HR com Page/Plant e me lembro de Black Crowes e Urge Overkill… White Zombie e Smashing Pumpkins, definitivamente não.

  32. Tiago Rolim

    Foram em dias diferentes. Era um festival de 3 dias.

  33. Marco Txuca

    Chico Science em Hollwood Rock ñ lembro. Certeza?

    O último Hollywood Rock, Tiago, salvo engano, foi aquele do Rolling Stones, só Rolling Stones e com Spin Doctors abrindo. Sei lá em q ano.

    Se bem, q foi melhor deixar de preguiça e pesquisar duma vez: o último foi esse aí mesmo, Tiago!

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Hollywood_Rock

  34. Tiago Rolim

    E por sinal o show de Chico foi foda. Até hoje curto assistir este show. Pena que só no youtube, pois o meu vhs se perdeu com o tempo…

  35. Marco Txuca

    Eu lembro de ter curtido Smashing Pumpkins, q é banda q nem curto assim tanto. Devo ter gravado ainda, e a fita deve ter mofado, o show deles, q gravei/acompanhei por conta do monstro chamado Jimmy Chamberlin, baterista.

    E já q o tópico gerou off off off topics, alguém aqui tem idade pra lembrar q o 1º Hollywood Rock (ao menos o 1º oitentista) teve melhores momentos passando na Globo com apresentação de Astrid Fontenelle?

  36. Louie Cyfer

    Era Trú demais pra ver isso na época, com certeza ignorei e fui ouvir Slayer no meu quarto fazendo cara de mau!!!

    Hehehehe.

  37. Marco Txuca

    Eu teria feito o mesmo, caso conhecesse Slayer em 1987. Na época, Titãs era a coisa mais true do mundo pra mim… Putz.

  38. doggma

    Nem imagina que a Astrid já fazia televisão em 87.

    Nessa época eu só ouvia FM. Pop rock. “I Love It Loud” era a coisa mais true heavy metal do mundo pra mim.

  39. Marco Txuca

    Fora q já era tiazona: ela é de 1961… Qdo estreou na mtv, já tinha quase 40.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Astrid_Fontenelle

    E voltando ao Bruce: saudade de quando a mtv passava show ao vivo. O do Skol Rock (q tb teve Dio, Jason Bonham e Scorpions), turnê “Accident Of Birth”, foi transmitido ao vivo e foi FODA!

  40. Jessiê

    Eu assisti apenas o hollywood de 92 que extreme, living colour… e o de 93 com a grungeada toda reunida… mas não lembro dos ancoras não. Mas coisas boas foram apresentadas no extinto free jazz, do naipe de Ray Charles, Jhon Lee Hooker e outras finesses… bons tempos pena que a grana era pouca ah se fosse hoje.

  41. Jessiê

    Eu gosto do smashing mas não lembro deles em 96 não…(não sei se vi)… aquele alemão me deixa louco.

  42. marZ

    Eu me lembro de um HR com o Supertramp, mas não sei quando foi.

  43. Marco Txuca

    Foi o 1º (ou o “2º”, segundo Wikipédia), q teve Titãs, Ira! (boicotados no Rio), Simple Minds, Pretenders, UB 40, Supertramp e sei lá mais quem. Vê lá no link wikipédico q citei, acima!

    Sei q tenho ainda a “Bizz Especial” desse festival, mas sei lá onde guardei a esta altura…

  44. Louie Cyfer

    As fitas K7 já comiam solto na época, nosso principal fornecedor era Wilton Marchini Cristiano (Dono da Heavy Metal Rock).

    Mas se não me engano em 87 já haviam lançado até o Metallica em vinil por aqui.

    O Show no Mercy foi a primeira coisa q ouvi do Slayer e foi direto numa loja. Olhei a cara de mau dos caboclos e pedi pra ouvir… foi black magic!!! Nunca vou esquecer aquele momento…qdo entrou o riff eu já mandei tirar, separar q tava indo em casa barganhar grana com meus pais…. hehe.

  45. Navalhada

    Balls to Picasso
    The Chemical Wedding
    Accident Of Birth
    Tyranny Of Souls
    Tattooed Millionaire
    Alive In Studio A/Alive At the Marquee Club
    Scream For Me Brazil
    Skunkworks

  46. Marco Txuca

    “Skunkworks” relegado a último lugar (salvo uma exceção) parece algo irreversível, hum?

  47. Jeffmetal

    Só os de estúdio:

    Accident Of Birth
    The Chemical Wedding
    Skunkworks
    Tattooed Millionaire
    Tyranny Of Souls
    Balls To Picasso

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.