Thrash com H

VENDIDOS

quarta-feira, 6 julho, 2022 por Txuca

Tudo nesse vídeo é foda e memorável.

De quando ainda se chamavam Amon.

E aí a história é conhecida: venderam q nem água nos Estados Unidos. Houve uma blasfêmeamania insuportável, da qual nem o PMRC nem as mamães das groupies conseguiram controlar as filas de filhas q duravam quilômetros. Virgens tornadas ninfomaníacas q queriam ser sodomizadas.

Até q o FBI entrou em ação (Manowar denunciou anonimamente), e a barra pesou. Tiveram q mudar de nome pra Deicide e voltar ao anticomercialismo loser, mas íntegro. Condição pra ñ serem sumariamente fuzilados por um ex-guitarrista do Cannibal Corpse.

SQN

Bobear, alguma Netflix da vez criará isso. E vai ter alguém reclamando q o Deicide ñ pode virar modinha.

“eu apóio o metal nacional floridense raiz”

50 ANOS DEPOIS…

terça-feira, 5 julho, 2022 por Txuca

… o q ficou?

METAL MIMIMITIA

terça-feira, 5 julho, 2022 por Txuca

A quem tem filhos, sobrinhos e/ou netos hipsters, favor avisar:

Metallica faz thrash metal universitário desde 1991, e provavelmente a faixa-título dum disco de 36 anos de lançado tocando num seriado moderninho de Netflix ñ deve macular a “integridade” da banda ahahah

Tampouco transformar a banda em modinha. Aliás, os srs. Hetfield, Ulrich, Hammett + baixista contratado da vez há muito lutam pra MANTER isso.

Fã xiita geração y xatiado é o q me faltava.

DATAS MAIDEN 3

segunda-feira, 4 julho, 2022 por Txuca

Mais um relatório ocioso bimensal de pinçamento de todas as possíveis datas relacionadas a alguma causa, razão, motivo ou circunstância envolvendo o Iron Maiden.

Relatório maio/junho:

MAIO
01.76 primeiro show do Iron Maiden
02.83 início “World Peace Tour”
08.88 tocaram como Charlotte And the Harlots no Brooklin (EUA), em aquecimento pra “Seventh Son North American Tour” + 08.00 lançamento single “The Wicker Man”
11.92 lançamento “Fear Of the Dark”
12.08 lançamento coletânea “Somewhere Back In Time”
16.83 lançamento “Piece Of Mind”
17.58 aniversário Paul Di’Anno + 17.99 lançamento “Ed Hunter”
21.87 último show da “Somewhere In Time Tour” em Osaka (Japão)
22.22 reencontro Steve Harris e Paul Di’Anno na Croácia + início turnê “Senjutzu”
23.80 lançamento single “Sanctuary” + 23.81 show em q gravaram “Maiden Japan” + 23.03 início “Give Me Ed… Til I’m Dead Tour”
??.81 lançamento VHS “Live At the Rainbow”
26.18 início “Legacy Of the Beast Tour”
29.63 aniversário Blaze Bayley + 29.00 lançamento “Brave New World”

JUNHO
02.03 lançamento “Visions Of the Beast” (dvd)
05.52 aniversário Nicko McBrain
06.11 lançamento coletânea “From Fear to Eternity”
08.10 lançamento single “El Dorado”
09.09 lançamento “Flight 666” + 09.10 início da “The Final Frontier World Tour” (com Dream Theater abrindo)
10.02 lançamento cd/dvd “Rock In Rio”
15.81 lançamentos single “Purgatory” e single “Whatchild” no Japão
19.20 (re)lançamento “Live Collection” [box com “Live After Death” e “Rock In Rio”]
20.83 lançamento single “The Trooper”
21.12 início turnê retrô “Maiden England”
29.92 lançamento single “From Here to Eternity”

Contabilizando o bimestre: 32 eventos em 24 datas diversas.
39,34% dos dias nesse período foram “Datas Maiden”.

Contabilizando 2022 até o momento: 81 eventos em 65 datas diversas.
35,91% dos dias deste ano foram “Datas Maiden”

DO TEMPO EM Q SE CHAMAVA ‘CANJA’

segunda-feira, 4 julho, 2022 por Txuca

Sugestão do amigo Tiago já há algum tempo: compilar as melhores “canjas” em shows – ñ necessariamente lançados em dvd. O q ñ será meu caso: com uma exceção, faço só das de q lembro em dvd mesmo.

MELHORES CANJAS EM SHOWS:

  1. Rush: participação de Ben Mink em “Losing It” [“R40 Live”]
  2. Motörhead: participação de Eddie Clarke em “The Chase Is Better Than the Catch” [“25 & Alive Boneshaker”]
  3. Gary Moore: participações de Brian Downey, Brian Robertson, Scott Gorham e Eric Bell [“One Night In Dublin – A Tribute to Phil Lynott”]
  4. Destruction e Krisiun tocando Venom e Destruction juntos no Rock In Rio 2013 [bootleg q comprei na Galeria]
  5. Motörhead: Brian May tentando solar em “Overkill” [“25 & Alive Boneshaker”]
  6. Jeff Beck: Jimmy Page tocando Led Zeppelin junto com ele e sua banda no Rock’n’Roll Blah Blah Hall Of Fame 2009
  7. Dream Theater: Mark ‘Barney’ Greenway cantando “Damage Inc.” [“5 Years In A Lifetime”]
  8. Cássia Eller: Nação Zumbi tocando junto “Quando A Maré Encher” [“Acústico Mtv”]
  9. Yes: European Festival Orchestra participando ao longo de “Symphonic Live”, mas especificamente dançando (!!) durante “Roundabout”
  10. Rolling Stones: Angus e Malcolm Young tocando Chuck Berry durante show em Toronto [“Toronto Rocks”]

30 ANOS DEPOIS…

quinta-feira, 30 junho, 2022 por Txuca

… o q “ficaram”?

VAI HALEN

quinta-feira, 30 junho, 2022 por Txuca

“Skyscraper”, David Lee Roth

Esse me é um daqueles “ñ curtia na época”. O som farofa, o rockstar exibicionista, os videoclipes intermináveis e chatonildos com “historinhas”.

Por outro lado, os músicos envolvidos ñ eram de se jogar fora, ainda mais Steve Vai. Desconheço o disco solo de estréia anterior, q eram os mesmos músicos e provavelmente a mesma abordagem.

Assim: David Lee Roth saiu do Van Halen, mas o Van Halen ñ saiu dele. Um disco curto (tvz menor q os videoclipes) e muito engraçado, sobretudo quando Vai QUASE consegue emular Eddie Van Halen.

Chega muito perto algumas vezes.

ENCARTE: RATOS DE PORÃO [2]

quarta-feira, 29 junho, 2022 por Txuca

Agradecimentos de João Gordo em “Necropolítica” (2022):

JG não agradece ninguém… foda se

30 ANOS DEPOIS…

quarta-feira, 29 junho, 2022 por Txuca

… o q “ficaram”?

40 ANOS DEPOIS…

terça-feira, 28 junho, 2022 por Txuca

… o q ficou?

« Previous Entries