Thrash com H

VÁRZEA

sexta-feira, 29 julho, 2022 por Txuca

märZ me passou isto ontem:

Pelo q entendi, a turnê Max & Iggor 25 anos de “Roots” então ñ terá o segundo? Q várzea.

Quase na mesma hora, vi no Instagram do Gastão Moreira o Max convidando geral pro show e dizendo ter ele, o Iggor Cavaléra (tá tacando acento agudo no sobrenome), Dino Cazares e o baixista do Soulfly.

Parece ter algum ruído aí.

11 respostas

  1. Tiago Rolim

    Pelo que sei, esse cara é Roadie de Igor. A várzea é mais profunda. Deixou essa barca furada p ser Roadie dos irmãos. Heehhehe

  2. Leo

    Juro que entrei pra escrever que não via contradição nenhuma e, pra mim, tava na cara que ele excursiona trabalhando pra banda. Rs

    Ninguém se importa em ver o baterista original!
    Ninguém notaria sua ausência!
    Mas, em tempos de redes sociais, você precisa gerar engajamento e fica plantando esses click-baits.
    Aliás, tá pouco acabado o Pit Passarell, hein? Envelheceu pior que os discos do Limp Bizkit.

  3. André

    Eu não entendi nada até agora kkk

  4. Marco Txuca

    O marZ já tinha me explicado, eu não entendi: Guilherme Martin, baterista do “Soldiers Of Sunrise” e ex-ex Viper, ex-Toy Shop e ex-Luxúria, vai largar a turnê metal de condomínio da banda metal de condomínio-mor pra ser roadie do Iggor na turnê – de verdade – Cavalera retrô.

    Em vez de ganhar uma paçoca e ganhar tapinha no ombro no Viper, vai ganhar dinheiro com os Cavalera. Eu faria o mesmo.

    ****

    Leo: engajamento, likes, clickbaits com o Viper? Eles estão em 1996 ainda, e o q pega é juntar algum dinheiro pra IPVA dos carros ano q vem.

    Quanto ao Pit, te digo com convicção: ele está ÓTIMO na foto. Quando o vi pessoalmente ano retrasado, lobosomando no estúdio onde ensaiava, fiquei na dúvida se era um crackeiro ou só um doente mental grave à deriva.

  5. FC

    A mensagem ficou, no mínimo, ambígua. Eu entendi que ele tocaria bateria no Cavalera, mas ser roadie faz muito mais sentido.

  6. Marco Txuca

    Ambiguidade zero: mal escrita mesmo. E tem jornalista na banda!

  7. märZ

    O interessante é que nada impede o Yves de participar desses shows do Viper, a não ser a própria vontade do cara. Interesse zero.

  8. Leo

    A ambiguidade existe, sim, FC.

    É por meio dela que eles, em sua mediocridade, tentam repercutir de alguma forma a partir do trabalho dos outros.

    O texto é: “nosso baterista não pode tocar bateria com a gente pq vai excursionar com o CC”
    O subtexto é: por ser baterista, tocaria bateria lá tb.
    Mas isso não está escrito.
    Só subentendido mesmo.
    O que DEVERIA estar escrito era: como roadie.

    E problema nenhum.
    Seria um reconhecimento importante: Igggor confia nele a arrumação, a afinação, o cuidado com seus instrumentos, … Mas pra eles isso não é suficiente.
    Pq eles não vêem o trabalho de roadie como um trabalho à altura do trabalho dos músicos, pq eles se colocam nesse pedestal, acima dos meros mortais.

    Em tudo é deplorável.


    Marcão,

    Entrei no perfil “oficial” do passarell no Instagram. Acho que encontrei uma foto.
    E uma pessoa falando exatamente a mesma coisa que você NO PRÓPRIO perfil do cara.
    https://www.instagram.com/p/Bzr1gEPATaE/?igshid=MDJmNzVkMjY=

  9. André

    “Pq eles não vêem o trabalho de roadie como um trabalho à altura do trabalho dos músicos, pq eles se colocam nesse pedestal, acima dos meros mortais.”

    Só um adendo. Eles pensam que o trabalho de roadia não está à altura dos músicos do Viper, pq eles se colocam nesse pedestal. Entre outras coisas, pela live que o Jessiê fez com um desses fulanos, dá pra sacar qual é a deles.

  10. Leo

    Essa entrevista é antológica.

    Acho que, junto com a do Pompeu, foram as que mostraram melhor o lado mais tacanho do MetalNacional® (não à toa, ambos músicos de SP).

    Será que excursionam pelo interior – ou só se precisar juntar a grana do IPVA?

  11. Jessiê

    Uma coisa chama atenção, dentre várias: a turnê dos Cavalera no Brasil se inicia em agosto!

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.