Thrash com H

EMBATE 2

sábado, 10 outubro, 2020 por Txuca

versus

6 respostas

  1. Leo

    Talvez conheça pouco o Samael pra comentar, mas gosto muito desse CD do Rammstein.

    Acho bem alto nível, à altura dos primeiros – algo que não aconteceu no Rosenrot no ano seguinte.

  2. märZ

    Pra mim o melhor album de toda a carreira do Rammstein. Esse Samael nem conheço.

  3. André

    Num mundo justo, o Samael seria maior que o Rammstein.

  4. Marco Txuca

    Tendo a concordar, André: sobretudo a partir deste “Reign Of Light”, q foi quando a virada “eletrônica” da banda se assentou bem demais.

    Tinham vindo de discos fracos nessa transição, “Passage” e “Eternal”, evolução bacana. Q seguiu no “Solar Soul” seguinte (e parei nele), q é quase uma evolução q o Rammstein precisava ter feito. E ñ fez.

    Vc vai de “Reign Of Light” então?

    Álbum no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=kRzFNU9GQW4

    “Reise Reise” pra mim é absurdo. Gruda e é pesado. Tem uns chupins de bases antigas do Metallica aqui e ali, mas acho impecável. Pra quem tem o cd, recomendo voltar da primeira faixa: tem uns segundos de uma caixa preta de avião gravados ali antes.

    O tal avião q caiu na tal cidade de Rammstein.

    Leo e märZ: “Rosenrot” foi um disco de sobras deste aqui. E dali pra frente, é só a boa vontade de quem vai atrás. Os caras murcharam bem. Ainda q o disco do fósforo (ñ ouvi) tenham dito q foi uma volta à boa fase. Formato.

    Mas enfim. No embate: “Reise Reise”.

  5. André

    Meu comentário se referiu mais a obra como um todo do que os dois albuns em questão. Mas, mantenho ela kkk

  6. Rodrigo

    Não gosto de Rammstein. E eu gosto desse do Samael, os discos esquisitos dos suíços são tão bons quanto os da fase tr00.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.