Thrash com H

30 ANOS DEPOIS…

sexta-feira, 11 setembro, 2020 por Txuca

… o q ficou?

Uma resposta

  1. André

    Ouvi ontem. Posso estar errado, mas, desconfio que o pessoal do Attomica ouvia muito Sadus nesse época. Principalmente, o baterista. Mas, pode ser só maldade minha hehe

    É um disco que reflete a tendência das bandas de thrash de desacelerar e polir um pouco mais as músicas. Li reviews que os comparavam ao Dark Angel, só que o Sadus tem mais noção de composição do que DA. Embora, alguns sons pudessem ser melhor desenvolvidos.

    Enfim, discaralhaço.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.