Thrash com H

Q FIM Ñ LEVOU?

terça-feira, 29 janeiro, 2019 por Txuca

Coheed And Cambria?

Atração de “noite metal” do Rock In Rio 2011. Na sequência vieram Motörhead, Slipknot e Metallica.

No palco secundário, Franga com Tarja (vexame Falaschito incluso) e Sepultura com Tambours Du Bronx.

Acho q todo mundo lembra. Ao menos vagamente. Menos da tal “revelação do metal” da vez. Californianos (li agora na Wikipédia), provavelmente afiliados em hipsterismo indie a The Mars Volta ou Queens Of the Stone Age (ñ sei, vi o show na tv, devo ter comentado aqui e ñ lembro mesmo). Certamente vindos pra cá por conta de empresário ser o mesmo dalguma outra atração. Como foi em 2001 o mesmo QOTSA vir pq eram do mesmo empresário do FarooFighters.

A cabeleira do sujeito era algum tributo a Buzz Osbourne, do Melvins?

Deram em algo?

Nem em nostalgia de trazê-los de volta, pelo jeito.

2 respostas

  1. märZ

    Me lembro bem vagamente. Não empolgou, não emplacou. Parecem não se assumir nem como progressivo, nem como emo, nem como metal.

    Quanto ao Falaschito citado, é capa da Roadie Crew atual, viste? Fazendo biquinho e cara de mau.

  2. André

    Foi hype entre os emos em 2000 e alguma coisa, mas, não chegou a emplacar. Curto uns sons avulsos, mas, não faz a minha cabeça. Muito por esse lance dos caras não se decidirem por qual caminho seguir. Típico de hipster.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.