Thrash com H

20 ANOS DEPOIS…

quinta-feira, 6 dezembro, 2018 por Txuca

… o q ficou?

3 respostas

  1. Tiago Rolim

    Ficou um clássico. Disco.perfeito. Em tudo. Viajante e pesado além de psicodélico tudo junto e bem feito. Capa excelente, como aliás, quase todas dos caras. E nessa época, é legal de ver que eles já tinham se.livrado da pecha de clones do Sabbath para desenvolverem um som próprio que inclusive, gerou vários clones. Não do Sabbath, mas do Cathedral!!!!
    Enfim, ficou.um.disco que vale a pena ir atrás.

  2. Jessiê

    Discaço!!! adoro essa música https://www.youtube.com/watch?v=V2OjsPJkwzg

  3. Marco Txuca

    Ñ tenho esse ainda. Como ainda ñ encontrei “tempo” pra ouví-lo no You Tube ahah

    Mas abordo a coisa de modo periférico: devo ser voto vencido, mas ñ consigo curtir as capas do Cathedral. Essas cores azuladas, essa arte meio fosca, nunca me convidaram a ir atrás dos caras. Mesmo já conhecendo um tanto – tenho 4 discos – e curtindo mais q o hypado Candlemass.

    Tenho o mesmo com as capas do Yes. Só a de “Relayer”, por ser preto e branco, e olhe lá. Roger Dean e sua combinação de cores estranha (tudo esverdeado e fosco) nunca me agradou.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.