Thrash com H

10 ANOS DEPOIS…

quarta-feira, 29 agosto, 2018 por Txuca

… o q “ficaram”?

4 respostas

  1. Tiago Rolim

    Do Motorhead nada. Lemmy que me perdoe, mas as duas últimas décadas de banda só renderam bons discos até o Inferno. O resto é repetição ao infinito de mesmas coisas, sendo o último o pior.
    Do destruction, nunca ouvi..

  2. Marco Txuca

    Concordo com o Tiago e com quem considerar “Motörizer” um disco menor. Ñ tão menor pra mim como “Overnight Sensation” (q acho pouco inspirado), mas por motivos outros:

    1) capa ruim. A primeira das Ñ desenhadas por Joe Petagno. Management motörhéadico brigou com o homem por royalties e nunca mais se viu capas fodas do Motörhead

    2) um disco estranhamente gravado. As guitarras muito altas, borrando tudo. Tem som q mal dá pra entender a bateria

    3) tem sons legais: os 2 primeiros (“Runaround Man” e “Teaching How to Sing the Blues”), jamais executados ao vivo – a banda já andava baixando a velô em show – e ñ exatamente clássicos

    4) “Rock Out”, legalzinha, foi o último hit da banda, mas ñ o último clássico, q foi “In the Name Of Tragedy”, de 2 discos antes, “Inferno”

    5) “The Thousand Names Of God” é bacana e cadenciada. Foi tocada em show, mas tem algo q me incomoda no refrão: a linha vocal parece plágio de algo q ñ descobri até hoje

    As outras músicas todas passam em branco, no mau sentido. Os caras vinham de 2 discos fodas (“Inferno” e “Kiss Of Death”) e entendo a baixada de bola neste. O “The Wörld Is Yours”, tb abaixo da média, seguinte, eu gosto mais. Tem sons melhores.

    E “English Rose”, pra piorar, é auto-plágio. De “Angel City”, do “1916”. Mas pior.

  3. Marco Txuca

    Quanto ao do Destrúcho, tenho como o primeiro duma trilogia (“D.E.V.O.L.U.T.I.O.N.”, “Day Of Reckoning” e “Spiritual Genocide”), provavelmente involuntária, de discos rigorosamente iguais lançados. Soam o mesmo, com refrões idênticos o tempo todo.

    Só mudando os nomes e as capas.

    O lance do acróstico com o título do álbum e das iniciais dos sons ficou besta. E ñ bestial.

  4. märZ

    Aliás, duas bandas que lançaram em sequência vários albums sem muita variação entre um e outro. Pra mim não ficou nada.

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.