Thrash com H

30 ANOS DEPOIS…

quarta-feira, 9 maio, 2018 por Txuca

… o q ficou?

20 respostas

  1. Ficou um disco que nunca entendi o motivo de ser tão aclamado.

    Num é esse que tem a tal faixa invertida?

  2. märZ

    Nossa, esse foi um dos discos mais esperados da minha vida. Nessa época o Dorsal era a maior banda de metal do Braziu, e esse album chegou quebrando tudo. Pra mim ainda é o melhor da banda.

    Ficou um album de metal muito original. Não dá pra falar que é metal tradicional, nem thrash, nem death. As composições de Carlos (na época Vândalo) são extremamente peculiares e originais, não têm parâmetro conhecido. Suas letras, a métrica, a mão direita, os tempos, nenhuma banda faz igual.

    Não fosse ele tão cheio de idiossincrasias, seria um dos grandes nomes do metal mundial.

  3. Tiago Rolim

    Subscrevo o amigo Marz. O problema de Vândalo,é ele mesmo. Ele se auto boicota como ninguém. Esse disco novo dele, Canudos, é simplesmente perfeito. Vale a pena cada segundo da ouvida.
    E esse disco é foda. Velhice É clássica!

  4. März:

    Sou mesmo retardado…nunca percebi isso nesse disco…hahahahah

  5. märZ

    O album com a fase ao contrário é o anterior, “Antes Do Fim”.

  6. Jessiê

    Cara esse álbum cheira minha adolescência de total ódio, de andar na rua sem destino. Vândalo era nosso poeta e conseguíamos entender e cantar as músicas que eram sem parâmetros de tão bem escritas, coisa que só bem depois consegui sacar.
    E as guitarras? O timbre delas. Ninguém nunca emulou esse som do Dorsal que como o marZ diz é muito difícil de classificar, tem lances bem thrash, tem uma pegada hardcore, uma veia meu Celtic Frost. Fora as quebradas de ritmo. E as letras que só Deus sabe como a galera conseguia abstrair (acho que só conseguiriam anos depois hahaha todo mundo tinha no máximo 18 anos e mal terminado segundo grau).
    O meu preferido é o Antes do fim um dos melhores álbuns já lançados por estas paragens, mas este álbum é antológico.
    E vou abusar dos amigos tenho esta relíquia aqui https://www.discogs.com/Dorsal-Atl%C3%A2ntica-Cheap-Tapes-From-Divide-And-Conquer/release/5527458 apenas 500 cópias foram produzidas na época comprei o meu zero no lançamento está novinho ainda já que gravei em fita (sempre fiz isso) pra não gastar os vinis.
    Certa vez que encontrei o Vândalo ele me disse que nem ele tinha.
    Por fim o Vândalo é um puta cara legal, bom de papo, inteligente bom, ouvinte, engraçado (humor involuntário freak) e tem sim um lance meio messiânico.
    Foi o primeiro metal star brasileiro, antes do schizo só dava Dorsal tinha muro pichado com o nome da banda do Oiapoque ao Chuí.

  7. Jessiê

    O início de Metal desunido é antológico é impressionante como conseguimos ouvir muito bem os 3 instrumentos numa gravação tão precária. É um milagre a produção deste álbum! Nem sei quanto tempo depois fui sacar os Borgias, putz.

  8. Jessiê

    Sem contar que as músicas tinha 4, 5 6 minutos com cadências variadas, quase sem repetição de letras, muita variação melódica a 30 anos atrás, no Brasil, no RJ em português!!!

  9. Jessiê

    Não consigo lembrar de nenhuma banda de metal brasileiro que tenha lançado álbuns dessa envergadura em português. Creio serem os dois maiores registros de metal pesado em português já gravados.

  10. märZ

    Vândalo, que era o único compositor na banda, nunca absorveu a escola Metallica/Slayer/Kreator que era tão copiada por aqui. Nota-se algo de Celtic Frost em algumas bases mais lentas e umas levadas hardcore pendendo pra Exploited, mas no geral é um som totalmente próprio.

  11. Marco Txuca

    Fora isso tudo q os amigos elencaram, sempre foi a melhor ENTREVISTA do metal brasileiro. Comprei Rock Brigade só por conta de entrevista com o cara.

    Por outro lado, dureza achar discos do Dorsal. Saíram todos em cd??

    Imagino a banda ter a mesma sina de certas bandas Cogumelo: sem interesse ou viabilidade comercial de serem relançados este ou aquele outro álbum… Ou relançados pela Cogumelo à revelia das bandas.

  12. märZ

    Tiveram, sim tudo lançado em cd, mas a maioria hoje está fora de catálogo. Pra mim só falta o “Straight”.

  13. doggma

    Lembro que aqui no TCH o chefe postou um link com essa entrevista na íntegra (na RB tava picotada). Era mesmo bem boa, o cara é muito excêntrico. Pena que nunca mais achei.

  14. Cassio

    Txuca – assino embaixo quanto a falta de atençao de alguns selos em certos relançamentos. Comprei ha uns 2 meses o ” disturbing the noise” do Attomica (pelo selo Marquee) e a qualidade em geral deixa muito a desejar. Nenhum texto, fotos desfocadas, nenhuma informaçao adicional…não sei se alguem das bandas se envolvem nessas produçoes ou tudo passa batido mesmo.

  15. Marco Txuca

    Eu acho q as bandas Ñ SE ENVOLVEM. Por uma razão muito simples: ñ são donas das gravações, q pertencem aos donos do selos, q os relançam qdo lhes é conveniente.

    Comprei do Vodu recentemente o “The Final Conflict”. Som horroroso, parece ter havido nenhuma remasterização. Pegaram o LP e passaram o som pra cd.

    Overdose, Psychic Possessor e Witchhammer estão na vez de serem relançados em cd – Voice Music todos? – e creio haver os mesmos contexto e obscuridade.

    O amigo märZ sei q comprou o PP recente. E aí?

  16. märZ

    O Psychic Possessor, que esperava em formato cd há muitos anos, foi feito com capricho. Mantiveram a contra-capa original (até nisso costumam pecar, vide “INRI” e “Schizophrenia”), e foi remasterizado por um tal Sebastian Carsin. Valeu a compra.

  17. Marco Txuca

    Existe algum texto ou documentário sobre a Cogumelo, especificamente?

    Pq eram (são) um casal q fez TODA uma cena. Com q recursos?

  18. Cassio

    Ja ouvi falaf sobre um documentario especifico sobre eles. O “ruído das minas ” tambemm tem boa participaçãp deles e de alguns figuras da cena local elogiando a produçao dos discos.

  19. märZ

    “Ruídos De Minas” é o TCC de um formando metal de BH, e portanto bem precário. Mas ainda é o melhor que já fizeram sobre a cena mineira. Tem no youtube.

  20. Cassio

    Achei esse aqui:
    https://youtu.be/PzjSI2FSDCs

Comente este texto

Importante: Os comentários são moderados e por isso o seu pode demorar a aparecer. Não é preciso reenviar seu texto.